30/06/19

Todos juntos podemos ler - Biblioteca da EBSP - vídeo da dramatização


Clique na imagem ou na hiperligação abaixo para ver:
                                                                            A Raposa e as Uvas

18/06/19

Todos juntos podemos ler - Biblioteca da EBSP


   Nos dias 29 de Abril e 3 de Junho, realizou-se a atividade "Todos juntos podemos ler", envolvendo a turma Uneca TVA - programa DOV e o 5.° A. Os alunos leram a fábula A Raposa e as uvas, fizeram uma sopa de letras, um puzzle e pintaram um desenho. 
Terminaram a atividade com uma pequena encenação da fábula. 
   A Coordenadora da Biblioteca agradece a disponibilidade dos professores das turmas envolvidas, bem como o apoio da equipa da Biblioteca Escolar.

11/06/19

Magno IV, o Cruel


   Era uma vez, num reino distante de mortais, um príncipe chamado Magno. Este jovem rapaz grego era alto, forte, bonito e inteligente, mas, por outro lado, era também extremamente cruel, irresponsável, arrogante e muito ganancioso. Por estas e por outras razões, as pessoas, quer de baixo quer de alto estatuto social daquela localidade, odiavam-no e não o aceitavam como futuro herdeiro do trono.
   Certo dia, já cansado de ser desrespeitado e acusado de fugir às suas responsabilidades, Magno, durante o seu chá matinal, chegou à conclusão de que, para dar uma imagem diferente ao seu povo, tinha de fazer algo grandioso, um feito que trouxesse uma imensa riqueza e prosperidade para o seu reino, ainda mais do que o seu pai tinha trazido. Decidiu, então, criar uma guerra para conquistar todo o mundo. Durante a noite, matou o seu próprio pai para poder ter total controlo sobre o exército e, horas depois do acontecido, Magno, agora Magno IV, rei, inicia uma peregrinação de três dias ao grande templo de Hades, com o intuito de lhe pedir ajuda para esta jornada. Após três longos dias de viagem, o jovem rei chegou ao templo. A primeira coisa que fez foi deixar no grande altar travessas cheias de frutas e sacos com imensas joias. De seguida, ajoelhou-se e disse:
- Tu, meu amado Hades, que controlas os infernos de forma tão severa e dás castigos eternos tão justos àqueles que em vida pecaram, dá-me toda a tua ajuda para conquistar este mundo, ganhar a devida riqueza, prosperidade e ser o único deus mortal que alguma vez existiu na Terra. Em troca do teu auxílio, obrigarei o povo a, diariamente, orar por ti.

   As suas preces foram logo atendidas e, do nada, surgiu uma enorme carroça, que o levou para o seu reino onde o esperava um enorme exército de hecatonquiros.
   Um mês mais tarde, depois de um treino militar intensivo, Magno começou a pôr em prática o seu plano. Dividiu o seu grande, poderoso e organizado exército e mandou cada secção ir em direções opostas, para que a expansão fosse mais rápida e, a partir daí, durante três anos consecutivos, foram vitórias atrás de vitórias. Durante este período, o cognome de Magno IV foi definido como “O cruel”, porque, por onde passava, matava, saqueava e incendiava sem dó nem piedade. Pelo reino corriam boatos de que a tortura era muito comum, para aqueles que criticavam o novo rei ou se opunham a ele.
   Pouco depois de Magno IV ter conquistado os quatro cantos do mundo, os deuses, revoltados, reuniram-se para discutir sobre a situação em que a humanidade se encontrava, dado que, na realidade, a riqueza e a prosperidade que o imperador do mundo esperava alcançar existia apenas no interior das paredes do seu palácio porque, na rua, as pessoas passavam por um período de pobreza extrema.
- Isto tem de acabar! As pessoas estão a viver num mundo de trevas, já ninguém se ama e, sem amor no mundo, a minha imortalidade e meus poderes desaparecem e isto que não pode acontecer! - exclamava Afrodite extremamente irritada.
- Concordo! Os meus feitos no Ocidente também estão a ser esquecidos, porque, agora, as pessoas lembram-se de Hades! - dizia Deméter enfurecida.
- Eternos moradores do raio luzente, quando criamos, há milhares de anos atrás, esta espécie e a enchemos de suas qualidades e defeitos, sabíamos que faria grandes feitos e, por isso, é inadmissível que uma criação tão valiosa seja destruída por um ser egocêntrico como D. Magno IV! - disse Zeus, já sabendo das ajudas que Hades tinha dado àquele rei cruel. 

   Assim, os deuses aprisionaram Hades e tiraram-lhe todos os seus poderes.
- Seus traidores, seus imbecis! - gritava Hades desesperado.
- Imbecil és tu, meu caro, que impedes, com os teus auxílios, a evolução desta espécie! - respondeu Zeus.

   Para iniciar a reconquista daquele mundo perdido, Deméter  deixou de bafejar com a sua fertilidade todos os terrenos reais, Zeus, a partir de uma costela de touro, criou centenas de exércitos de minotauros e Afrodite enfeitiçou D. Magno IV, tornando-o narcisista e transformou todo o palácio num espelho. Assim, com D. Magno IV a comtemplar todo o dia a sua beleza e a esquecer-se de tratar da organização dos seus exércitos e com os seus soldados fracos devido à falta de alimento, o seu poder foi por água abaixo do dia para a noite.

   Na sua última derrota, Zeus, Afrodite e Deméter surgiram no cimo de uma nuvem e disseram em coro:
- Magno IV, tu que não mereces o teu pai nem o teu povo, que alimentaste a tua ganância, poder e egocentrismo, deste sofrimento e derramaste sangue de inocentes e te achaste superior a qualquer deus, serás transformado numa formiga, um animal que luta pela sua sobrevivência e é tão pequeno que pode ser pisado pelo ser mais insignificante da Terra!  E assim sucedeu.

   No fim, banquetes e festas foram realizados por todos os povos do mundo, como forma de celebrar o regresso da liberdade, paz, amor e o fim das guerras.

Texto no âmbito da disciplina de Introdução à Cultura e Línguas Clássicas.
Tomás M.    
Alexandra M.
9.º 2

02/06/19

2ª Gala de Prémios Maria Isabel

No dia 14 de junho, último dia de aulas, irá realizar-se na escola a 2ª Gala de Prémios Maria Isabel, onde serão entregues troféus simbólicos a alunos, professores e auxiliares, que de alguma forma se destacaram numa categoria, ao longo do ano letivo.
Para apurar os nomeados está a decorrer uma votação online, até dia 11 de junho, onde todos estão em votação e todos poderão votar. Entra na página da escola ou clica na 2ª Gala de Prémios Maria Isabel e vota!


A tua opinião é muito importante e pode fazer a diferença!